Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Gostos

por Amarelinha, em 25.05.22

Ando a ler o "Coro da Desordem". Não posso dizer que esteja a gostar muito, mas já destaquei dois poemas que cativaram a minha atenção. Vou aqui deixar o meu preferido.

Percorrendo aquele imenso e belo campo metafórico, surpreende-me a forma como o autor interpreta/lê as mulheres.  Não me é confortável aquele enfoque. Talvez o leitor masculino usufrua melhor daquela abordagem.

Posto isto, deixo o poema:

Nuno Júdice, Coro da Desordem, Tertúlia Pessoana

 

 

publicado às 18:30


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D