Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Política externa inteligente

por Amarelinha, em 11.12.17
Muito bem.
Sou muito crítica dos políticos, mas esta posição parece-me muito inteligente. Esta, eu poderia ratificar também.
 

1.png 

 
"JERUSALÉM

Portugal transferirá embaixada de Telavive para Jerusalém no “exato dia” em que transferir a de Ramallah

2

O ministro dos Negócios Estrangeiros afirmou que Portugal transferirá a embaixada em Israel para Jerusalém no "exato dia" em que transferir também para esta cidade a representação na Palestina.

O ministro dos Negócios Estrangeiros afirmou esta segunda-feira, em Bruxelas, que o Governo português transferirá a sua representação diplomática em Israel de Telavive para Jerusalém no “exato dia” em que transferir também para esta cidade a representação na Palestina.

“O Governo português ficará extremamente feliz no dia em que puder reconhecer Jerusalém como a capital do Estado de Israel, transferindo a sua representação diplomática em Israel de Telavive para Jerusalém, porque esse será o exato dia em que Portugal poderá reconhecer Jerusalém como capital do Estado da Palestina e transferir a sua representação diplomática na Palestina de Ramallah para Jerusalém Ocidental”, declarou Augusto Santos Silva.

O ministro falava à margem de uma reunião dos chefes de diplomacia da União Europeia, antecedida de um pequeno-almoço informal com o primeiro-ministro e ministro dos Negócios Estrangeiro israelita, Benjamin Netanyahu, que desafiou os Estados-membros da UE a seguirem o exemplo dos Estados Unidos e transferirem as suas embaixadas para Jerusalém.

Santos Silva reiterou que, “do ponto de vista europeu e do ponto de vista português, a cidade de Jerusalém pode bem ser a capital dos dois Estados”, o que, de resto, parece “constituir a única possibilidade real, pacífica e duradoura para um desenlace positivo do atual diferendo israelo-palestiniano”.

“Portanto, o que nós criticamos na decisão norte-americana é o facto de ela ser tomada sem haver qualquer negociação em curso e muito menos sem haver qualquer entendimento sobre a solução dos dois Estados e sobre a redefinição do estatuto da cidade de Jerusalém”, apontou."

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:00




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  


Arquivos

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D