Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




A última zanga

por Amarelinha, em 10.11.19

É comum, quando alguém morre inesperadamente, ou por doença, ou por acidente, o cônjuge (seja ele homem ou mulher) lamentar-se amargamente por terem sido más as últimas palavras que lhe disse.

É a mistura da perda, com o complexo de culpa. Mas culpa de quê? De estar vivo?

Se a pessoa que fala disse umas últimas palavras, desagradáveis, a quem morreu, é mais do que provável que quem morreu lhe tenha feito o mesmo.

Os relacionamentos, quanto mais duradouros são, mais momentos de zanga acumulam. É que o tempo da paixão já vai muito longe, e o dia-a-dia é feito de trivialidades que nada têm a ver com o “amo-te”, ele próprio já sujeito a inúmeras metamorfoses.

O amor dos vinte anos nada tem a ver com o amor dos quarenta, e muito menos com o amor dos sessenta. E isto apenas para enquadrar a coisa. Muito mais haveria a dizer.

A paixão é outra coisa. A paixão, a conquista, o momento em que se sabe que se ganhou, que se conseguiu gerar um sentimento no outro, essa é a mesma em todas as idades. O que se lhe segue é que é totalmente diverso.

Uma vida em comum, oficialmente tem tudo a ver com amor. Mas uma vida em comum é o maior obstáculo ao amor. As tais trivialidades como limpar a casa, por comida na mesa, pagar as contas, tratar episódios de doença, criar filhos, tomar decisões em conjunto, embora as duas cabeças tenham conteúdos muito diferentes, essa é que é a génese do viver junto. E se conseguirem que sobre réstia de entendimento, e tempo de qualidade, então o amor pode mostrar-se, mas, até nesse momento, é de suspeitar se não será apenas compulsão sexual o que está ali a acontecer.

Quando o que resta é uma relação em que um vigia o outro, como se temesse que dali viesse um ataque furioso contra aquilo que lhe é mais querido; quando não há confiança; quando não há proteção; quando falar se torna uma experiência perigosa, é provável que haja apenas habituação a uma rotina, que se defende com unhas e dentes.

A última zanga, é apenas a que calhou ser a última.

publicado às 09:17



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D